Não há mais restrições e agora Bolsonaro representa mesmo os militares

Resultado de imagem para militares no poder charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Daniela Lima
Folha/Painel

A ascensão de Jair Bolsonaro (PSL) na corrida eleitoral e a perspectiva de que ele está perto da vitória minaram as resistências ao presidenciável na cúpula das Forças Armadas. Se antes era comum fardados de alta patente afirmarem que o deputado tinha mais tempo de Câmara do que de Exército, sendo, portanto, mais político do que militar, hoje muitos o chamam em conversas privadas de “nosso candidato”. Alguma desconfiança ainda perpassa a Aeronáutica, mas é só.

Políticos que acompanham o universo dos militares apontam dois fatores determinantes: o fato de ser o PT do outro lado do balcão – sigla pela qual as Forças não nutrem qualquer simpatia – e a possibilidade cada vez mais palpável de ver dois quadros forjados no Exército voltarem ao poder pelo voto. Entre generais da reserva o apoio é explícito. Os da ativa não tratam do assunto publicamente. Repetem o discurso de que as Forças não têm preferência política e nem candidato.

CID GOMES –  Pessoas próximas a Bolsonaro comemoraram o desabafo e os insultos que Cid Gomes (PDT-CE) disparou a petistas na noite de segunda-feira (dia (15). Disseram que o irmão de Ciro marcou dois gols contra em uma mesma partida, entregando ao PSL um presente pronto para desembrulhar.

A campanha de Bolsonaro levou a fala de Cid ao horário eleitoral. A ação do pedetista contra o uso de sua imagem na propaganda só foi impetrada depois de a peça ter sido exibida na TV e no rádio.

Aliados do candidato do PSL projetam um número maior de votos nulos e abstenções no segundo turno, o que elevaria o patamar de votos válidos de Bolsonaro a um índice superior ao indicado pelas pesquisas até agora, que é de 59%.

LEMBRA DE MIM? – O temor de que Jair Bolsonaro ganhe mais terreno no Nordeste e entre os eleitores mais pobres fez com que Fernando Haddad (PT) fosse orientado a voltar a fazer campanha nas ruas na reta final da disputa.

Petistas que conversaram com gente que visitou Lula na carceragem da Polícia Federal, na segunda (15), dizem que o ex-presidente enviou mensagem otimista. Teria afirmado que “duas semanas em campanha eleitoral é uma eternidade”. Uma ala do PT, porém, já dá a causa como praticamente perdida. Não faltam críticas às divisões internas do partido e a integrantes da elite, que aderiu em maioria a Bolsonaro. “Eles são burros. Jogam dama, não xadrez. Não enxergam um palmo adiante”, protestou um dirigente da legenda.

O PT estuda levar à propaganda eleitoral depoimentos de pessoas que foram vítimas de agressões atribuídas a apoiadores de Bolsonaro. A ideia é que elas gravem vídeos pró-Haddad.

 

23 thoughts on “Não há mais restrições e agora Bolsonaro representa mesmo os militares

  1. A derrota petista nos moldes desta, imposta por Bolsonaro, me faz trazer à baila as últimas resistências nazistas quando os russos estavam na periferia de Berlim.

    O general encarregado dessa resistência, Helmuth Weidling, convoca até mesmo crianças de doze, treze anos de idade, entregando-lhes uma arma e que lutassem pela cidade, pela capital alemã!

    Evidentemente que de nada adiantou essa atitude desesperada, pois se não fossem os russos que primeiramente chegaram a Berlim seriam os americanos.

    Haddad dá a entender que faz qualquer negócio para ser eleito, qualquer coisa.

    Já se declarou crente em Deus;
    Que nada tem a ver com Lula;
    Que está isento dos crimes praticados pelo seu partido;
    Que derrotaria Bolsonaro no debate;
    Mudou a cor do PT para azul;
    Manuela se perder a eleição será freira;
    Haddad prometeu ir a pé de Roraima até a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em SP, pagando promessa se vencer!

    Pensou até mesmo em colocar mulheres belíssimas absolutamente nuas e provocantes, para empunhar cartazes com a foto de Haddad, alegando que, se o PT vencer, cada brasileiro solteiro terá uma dessas estupendas mulheres como esposa!

    Haddad promete até mesmo acabar com a guerra na Síria e reconstruir a Venezuela!

    Não adianta, perdeu. O PT perdeu. A quadrilha será desfeita pela Justiça. A organização criminosa se esfacela, se desintegra e, o verdadeiro herói dessa batalha, que recolocará o Brasil no rumo do desenvolvimento É SUA EXCELÊNCIA, O JUIZ FEDERAL, SÉRGIO MORO!!!

    Bolsonaro não teria a vitória nas suas mãos se não fosse Moro, com a sua coragem, determinação, de enfrentar o STF, de querer um Brasil com menos corrupção, na medida de seus esforços!

    Bolsonaro, no dia da posse, deverá receber Sérgio Moro como convidado de honra, e recebê-lo na calçado do Planalto, e com ele subirem a rampa do palácio!

    Palmas para Bolsonaro, mas hurra a Sérgio Moro, nosso herói contemporâneo, a imagem da respeitabilidade e honestidade, exatamente o que queremos e para isso votamos, de limpar a imundície petista, peemedebista, pepista, tucana, que enlamearam as instituições!

    • Mais uma opinião de um discípulo da Mãe Dinah intoxicado até a medula pelo veneno esquerdista. Não estão entendendo nada e vão continuar sem entender.

  2. Ha meses que se percebe que nada, nenhuma estrategia petista funcionou contra Bolsonaro. Lula foi um bom estrategista em manter Haddad escondido sob suas asas, mas, teve que libera-lo, e, dai, tudo se perdeu. O PT nao tem moral nenhuma para ganhar eleições. Teria sido muito bom ja ter ganho no primeiro turno, mas, esta sendo muito melhor ver esse partido se expor ao imoral e ao ridiculo, que é o que o representa. Esta sendo muito importante para sociedade ver esse expetaculo. O PT merece cada dia dessa via crucis.

  3. E daí, se representa os militares? Sou.militar da reserva e no Exército só se aprende coisas dignas. Os militares são cidadãos respeitáveis, garantidores da ordem. Se Bolsonaro os representa , merece elogios.

    • Caro Bordignon,

      Os presidentes que tivemos depois do regime militar tiveram como meta separar a sociedade dos militares.

      Milico era sinônimo do que não prestava, de torturador, assassino, antidemocrático, violento, autoritário.

      Durante os 33 anos após a ditadura, que os governantes eleitos se mostraram plenamente corruptos, incompetentes, mal intencionados, traidores, ladrões, verdadeiros criminosos, mais uma vez o povo pediu pela volta das FFAA para nos governar.

      Em consequência, as esquerdas sórdidas, solertes, mal intencionadas porque somente lhes interessa o poder, s volta-se a resgatar o ódio contra os militares, e culpá-los pela situação atual, de caos sem precedentes, que as esquerdas nos impuseram pela incompetência e traição ao país e povo!

      Mais uma vez sofrerá uma derrota humilhante, necessária, inevitável e merecidamente!

      Abração.

  4. “Não há mais restrições e agora Bolsonaro representa mesmo os militares”

    -Quer dizer que só existe democracia onde o governo representa o CRIME ORGANIZADO?

    • Camilo, meu amigo mineiro,

      Tudo bem?

      Obrigado obrigado pelo comentário.

      Mas temos um preito de gratidão para com Moro, e me lembrei de postar esse agradecimento.

      Bolsonaro dificilmente seria eleito se não houvesse a Lava-Jato, e Moro ter condenado os mentores do maior roubo do planeta na História moderna!

      Um fraternal abraço, Camilo.

  5. Que me desculpe o editor do TI, mas é bizarro ter que ler: “Petistas que conversaram com gente que visitou Lula na carceragem da Polícia Federal,…”

  6. Bendl.

    Concordo com tudo o que você escreveu, mas faço uma retificação. Manuela não vai ser freira. Martinho da Vila vai introduzi-la no samba com o nome de Manubela da Vila. Poderá inclusive ser porta-bandeira.

    • Elmir Bello,

      Aceito a correção.

      Manuela depois dessa derrota precisará mesmo que a sua vida vire um carnaval, caso contrário pode até ser que se transforme em uma freira, e enclausurada!

      Na intimidade da sua cela no convento, terá tempo para pedir perdão por ter maculado o comunismo de forma irreversível, diante do seu consumismo desenfreado, seus gostos pelo luxo, suas bolsas e sapatos estrangeiros, suas viagens internacionais, sua gana pelo poder, a frequência em restaurantes sofisticados e caríssimos, enfim, uma neocomunista, que até comunhão toma em plena missa, mesmo não acreditando em Deus!

      Abração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *