Rodrigo Maia marca encontro com Ciro Gomes para discutir aliança eleitoral

Resultado de imagem para rodrigo maia

Antes de receber Ciro, Maia se reúne com o irmão Cid

 


Daniel Carvalho e Gustavo Uribe
Folha

A indefinição do cenário eleitoral materializada na estagnação dos pré-candidatos na pesquisa Datafolha de domingo (10) fez o DEM ampliar seu leque de possibilidades e procurar o PDT para conversar sobre uma possível aliança entre os dois partidos, que figuram em diferentes campos políticos.

Segundo um integrante da cúpula do DEM, a aproximação entre as duas siglas já está se dando nos bastidores, com trocas de sinais de simpatia. Na semana passada, o presidenciável do PDT, Ciro Gomes, disse que o único partido com o qual descarta aliança é o MDB do presidente Michel Temer.

ENCONTROS – Nesta quarta-feira (13), o presidente da Câmara e pré-candidato à Presidência da República, Rodrigo Maia (DEM-RJ), conversa com o ex-governador Cid Gomes (PDT-CE), irmão Ciro. Na semana que vem, a conversa deve ser com o próprio Ciro.

O PDT vinha tentando manter em sigilo o encontro de Cid com Maia. O receio de Ciro é de que uma aproximação com legendas de centro-direita possa melindrar o PSB e o PC do B, atrapalhando eventuais alianças.

Desde a semana passada, Ciro intensificou conversas com as siglas de esquerda. A ofensiva tem como objetivo blindá-las do assédio do PT, que iniciou uma disputa com o PDT pelo apoio de ambas as legendas. Apesar do esforço, as duas já sinalizaram que só anunciarão aliança no final de julho, quando o quadro eleitoral se tornar mais previsível.

CANDIDATURA – O DEM ainda mantém a pré-candidatura de Maia. Além de isso dar conforto para que os integrantes da legenda não tenham que assumir uma aliança agora, há o entendimento interno de que Maia, com seus de 1% a 2% de intenções de votos, não está muito diferente dos demais candidatos de centro, como Geraldo Alckmin (PSDB), que oscila entre 6% e 7%.

Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Maia oscila entre 0 e 4%, e Alckmin, entre 4% e 9%. Ciro oscila entre 6% e 11%. Com a margem de erro, entre 4% e 13%.

De acordo com um participante da campanha de Maia, uma pequena parcela do partido apoia a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL); outro grupo, um pouco maior, defende aliança com Alckmin; mas a maioria tem uma visão mais pragmática.

PORTAS ABERTAS – Por pragmático entenda-se, além de não descartar de imediato a candidatura própria, deixar portas abertas para apoio a Alckmin ou a Ciro, mas também a Alvaro Dias (Podemos) ou a Josué Alencar (PR), que ainda não se lançou pré-candidato a qualquer cargo. Uma das prioridades do partido é garantir a recondução de Maia à Presidência da Câmara.

É Cid quem tem sido responsável por articular uma aproximação do Ciro com o PP e com o DEM. Ele disse à Folha que a prioridade é fechar alianças com siglas de esquerda, como PSB e PC do B, mas que Ciro não deixará de dialogar com partidos de centro.

“Nós vamos dialogar com todos. Ciro é candidato a presidente e, sendo eleito, é fundamental que tenha uma base de apoio baseada em princípios éticos e transparentes, o que não inclui o MDB”, disse ele, lembrando que Ciro tem uma boa relação com dirigentes do DEM e do PP no Ceará.

35 thoughts on “Rodrigo Maia marca encontro com Ciro Gomes para discutir aliança eleitoral

  1. A aliança com o PSB está praticamente certa, assim o tempo de TV aumentará e o Ciro tem o que dizer, não ficará no uma arma para cada um é a solução …..

  2. Apenas 2 palavras: SE MERECEM!!!!!!! Um é paulista de Pindamonhangaba disfarçado de Cearense já o outro é Chileno disfarçado de carioca mas com alma paraibana! SE MERECEM!!!

    • Locais de nascimento e/ou criação NADA tem a ver viu pessoal! A questão é de CARÁTER mesmo. Aliás, a falta dele! Serve para ambos!

  3. “A minha companheira tem um dos papéis mais importantes, que é dormir comigo. Dormir comigo é um papel fundamental”

    Coronel Ciro Gomes sobre a importância da mulher da ocasião, Patrícia Pillar.

    • ” BozzoNaro” tem grandes chances de comandar esse circo chamado Brasil! O povo está tão de “saco cheio” com a política e com os políticos que tudo pode acontecer nas próximas eleiçóes. Pode até aparecer um novo Collor metido a salvador da pátria na última hora e levar a eleição para presidente. Vamos aguardar.

  4. Muito boa a análise do Josias de Souza.

    Delatado, Lupi suja a ‘hegemonia moral’ de Ciro
    Josias de Souza

    Ciro Gomes, o presidenciável do PDT, adota uma retórica encrespada ao falar sobre corrupção. Chama Michel Temer de “escroque”. Eleito, desmontará o MDB, porque o partido “só existe para roubar”. Eventuais alianças com PP, DEM e assemelhados, só seriam cogitadas depois de um acerto com PSB e PCdoB, “porque a hegemonia moral e intelectual do rumo estará afirmada.” Sempre em riste, a língua de Ciro ganhou um desafio novo. Carlos Lupi, o presidente do PDT, foi delatado como beneficiário de uma mesada de R$ 100 mil mensais fornecida pela quadrilha do ex-governador fluminense Sérgio Cabral.
    Carlos Miranda, um dos principais auxiliares de Cabral, operador financeiro da quadrilha que saqueou os cofres do Rio de Janeiro, disse em delação premiada o seguinte:
    1) No ano de 2012, o então secretário de governo da gestão de Cabral, Wilson Carlos, ordenou que transferisse para Carlos Lupi R$ 100 mil por mês em verbas clandestinas.
    2) O dinheiro era entregue na sede do PDT por emissários de Renato Chebar, um dos doleiros que operavam para a quadrilha de Cabral.
    3) Quem recebia a mesada em nome de Lupi era um personagem que o delator chamou de “senhor Loureiro”, tesoureiro do PDT.
    4) O mensalão de Lupi durou do início de 2012 até março de 2014.
    Lupi nega os recebimentos. Sustenta que jamais manteve nenhum tipo de relação com o delator. Mas a Polícia Federal e a Procuradoria já dispõem de matéria-prima para fazer o seu trabalho. O desafio de Ciro é encaixar a sujeira sob investigação na sua fórmula da “hegemonia moral”. O candidato decerto sabia dos riscos que corria ao falar de corda em casa de enforcado.
    Nomeado por Lula para comandar o Ministério do Trabalho, Lupi deslizou para dentro do primeiro governo de Dilma Rousseff. Foi varrido da Esplanada dos Ministérios pela então “gerentona” em meio a denúncias de corrupção, no final de 2011. Por uma dessas coincidências implacáveis, a alegada mesada do esquema de Cabral começou a entrar no ano seguinte.
    No momento, Ciro precisa de uma vacina capaz de imunizar sua campanha. Enquanto procura, talvez devesse fazer um pedido a Lupi. Diria algo assim para o correligionário encrencado: “Não diga nenhuma mentira que não possa provar.”

    • Que isto, não fala assim do Coroné Ciro Gomes e sua gangue cearense. Lupi é um grande político conforme Ciro Gomes tem afirmado nas suas aparições. Se esta desgraça ganhar, o Brasil afunda de vez. Aí é só o aeroporto.

  5. Foi uma frase infeliz do Ciro dita há 16 anos (2002).Perdeu as eleições quando tinha tudo para ganhar, pois seus percentuais de votos estavam se aproximando do Lula, mas infelizmente a sua “imaturidade” o traiu.

  6. Acho esse fato muito mais grave do que a frase sobre a Patrícia, que não é a Lélis que fez o Eduardo atingir o teto mais cedo …

    Corria o ano 2000. Revoltado com a ex-mulher, a vereadora Rogéria Nantes Braga Bolsonaro, por entender que traiu sua confiança, o deputado federal Jair Messias Bolsonaro escalou um filho menor do casal, Carlos, de 17 anos, para disputar com a mãe, de 40, a eleição que poderia levá-la ao terceiro mandato na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

    Disputa única do gênero na política brasileira, que se saiba, mãe e filho concorreram na eleição de 1.º de outubro. Carlos Bolsonaro foi eleito com 16.053 votos, o mais jovem vereador do Rio. Rogéria, com 5.109, amargou a suplência e o fim de uma carreira política começada em 1992. “Filho de troglodita, troglodita é”, disse Jair Bolsonaro ao Estado dias depois da eleição, comemorando a vitória do filho, que atribuiu à “transferência de votos”. “Não foi uma eleição de filho contra mãe, mas sim de filho com o pai”, disse ao Estado. “Para mim, ela já está morta há muito tempo”, complementou, referindo-se à ex-mulher, de quem já estava separado há três anos.

    • O tal carreirismo tb já deu no saco, né ? O $istema político podre já sacaneou demais a credulidade e a boa-fé do povo brasileiro. Basta. Não merece outra chance, senão reciclado e reformulado, caso a Democracia Direta com Meritocracia eleitoral, a ser implantada a partir de 2019, não consiga provar que é infinitamente melhor do que essa merda sistêmica que ai está há 128 anos.

    • Só isso, esse é todo escândalo que foi apurado, tem que ter coisa mais cabeluda o cara foi deputado por mais de duas décadas deve ter feito muita mutreta

  7. XÔ $ISTEMA PODRE. Ba$ta. Chega dos me$mo$. Fora todo$. Democracia Direta Já, com Meritocracia Eleitoral. Bem-vinda seja a Revolução Redentora. EXCETO DEUS, ninguém em sã consciência, muito menos autoridades sem autoridade moral, pode negar ao Brasil o direito de RECOMEÇAR, de um jeito realmente novo, diferente de tudo isso que aí está há 128 anos, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. https://www.youtube.com/watch?v=fn5wXwAoDPM

    • E está fazendo a campanha sem se licenciar da Câmara , ele aí menos poderia vender uma daquelas duas casas no condomínio fechado em São Conrado, que comprou por 400 e 500 mil respectivamente ….

  8. Vamos sorrir, afinal Ciro droguinha é a continuação dos drogados. Que aliança em Ciro, realmente estrategista de primeira só gente boa na composição do crime organizado.

  9. Eu sempre venho aqui alertar os colegas comentaristas para terem em mente que as eleições cada vez mais só interessam aos políticos, aos partidos e aos marqueteiros que forem participar de suas campanhas. E a política acaba no dia da eleição. O que conta para as pessoas em geral é como ficará o cotidiano da economia. O que os novos governantes irão anunciar nos dias seguintes às eleições? Lembrem-se de 2014 e o que aconteceu depois.

  10. Os apoiadores do ciró devem tá arrancando os cabelos, vira e mexe ele fala uma asneira, todo mundo tem de correr pra botar panos quente, e se ele ganhar mais tempo de tv com as coligações ele vai falar muito mais bobagens e ainda afundar aqueles que fizerem coligação com ele.
    ciró pra présidênte é o meior que tem!!!!!!!!!!!!!!!!
    assim fica muito fácil pro Bolsonaro vai ser no !º turno.
    Os estrategistas do ciró ainda não perceberam que bater no Bolsonaro não vai adiantar nada, o Bolsonaro já tá no 2º turno, só tem uma vaga o negocio agora é bater nos outros candidatos pra poder tentar ficar com a vaga restante, se é que vai ter 2º turno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *